RPet Cão da raça american bully XL é encontrado morto e com as patas amarradas e queimadas

Cão da raça american bully XL é encontrado morto e com as patas amarradas e queimadas

Além das cruéis lesões nas pernas, o animal também estava com o crânio fraturado e orelha cortada

  • RPet | Do R7

American bully XL será proibido na Inglaterra e no País de Gales

American bully XL será proibido na Inglaterra e no País de Gales

Reprodução/Divulgação/gov.uk

Um cachorro da raça american bully XL foi encontrado morto pelas autoridades britânicas no último sábado (30), em uma rua em Carshalton, no sul de Londres, na Inglaterra. O cachorro, que foi achado um dia antes do Reino Unido proibir sua categoria, estava com as patas amarradas e queimadas e com o crânio fraturado.

No Brasil, essas práticas são condenáveis. As leis 9.605, de 1998, e 14.064, de 2020, preveem que praticar ato de abuso, maus-tratos ou mutilação de animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou não do Brasil, pode dar de 2 a 5 anos de prisão, além de multas e a perda da possibilidade da guarda do pet.

Segundo a Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, associação que promove o bem-estar dos animais no Reino Unido, e que falou ao The Independent, além da crueldade com as patas, as orelhas do bicho também estavam cortadas.

"Apelamos a qualquer pessoa que tenha qualquer informação sobre este incidente que nos contacte com total confidencialidade", solicitou a instituição.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Eles acreditam que o animal fugiu da casa onde vivia com seus tutores em Carshalton e que, por conta dos ventos fortes que atingiram a região no dia, a cerca caiu e o pet escapou.

A proibição da raça acontece depois de alguns casos de ataques envolvendo esses animais, como o ocorrido em setembro, quando uma menina de 11 anos foi gravemente ferida. Segundo o site oficial do governo britânico, a lei será implementada gradualmente ao longo de vários meses, mas a partir de 31 de dezembro de 2023 será ilegal realojar, vender, comprar ou transferir um cachorro desse tipo para outra pessoa.

De Estopinha à porca Esther: relembre animais que deixaram saudade em 2023

Últimas