RPet Biólogos salvam ovo trincado de arara-azul-de-lear no zoológico de São Paulo

Biólogos salvam ovo trincado de arara-azul-de-lear no zoológico de São Paulo

A espécie está em extinção, com população em natureza estimada em pouco mais de 1.700 indivíduos

  • RPet | Do R7

Filhote arara-azul-de-lear que nasceu no Zoo SP

Filhote arara-azul-de-lear que nasceu no Zoo SP

Divulgação/Paulo Gil

Um ovo trincado da arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari) foi salvo por biólogos no zoológico de São Paulo. Os profissionais localizaram o ovo, o recolheram, o repararam e o encaminharam para incubação artificial.

O filhote conseguiu sobreviver e nasceu no fim de fevereiro, com 20,5 gramas. Ele é fruto de Maria Clara e Francisco, que chegaram ao zoológico em 2004 e 2006, respectivamente, depois de uma ação da Polícia Federal e do Ibama contra o tráfico de animais.

A espécie foi classificada como Em Perigo (EN) de extinção pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), com população em natureza estimada em pouco mais de 1.700 indivíduos.

Teobaldo, a primeira arara-azul-de-lear nascida no zoológico de São Paulo, completou 8 anos no dia 13 de abril. De acordo com estudos, ele já está em idade reprodutiva e já pode "namorar".

Câncer em pets: diagnóstico precoce aumenta as chances de cura

Últimas