RPet Cachorra é encontrada após passar 6 anos desaparecida, mas família não a quer de volta

Cachorra é encontrada após passar 6 anos desaparecida, mas família não a quer de volta

Rose é uma cadela da raça patterdale terrier, de 12 anos, que fugiu de casa um dia após ser adotada, em 2017

  • RPet | Do R7

Rose, de 12 anos, é da raça patterdale terrier

Rose, de 12 anos, é da raça patterdale terrier

Reprodução/Facebook/Lost Dog Recovery UK South

Uma cachorra foi encontrada no começo deste mês, na Inglaterra, após ficar seis anos desaparecida. Rose, de 12 anos, da raça patterdale terrier, foi adotada em março de 2017, mas fugiu de casa em menos de um dia. Agora, seus antigos tutores não a querem de volta. Ela foi achada a 9,6 km de onde desapareceu, pelas estradas da vila Crawley Down.

O caso se tornou notório quando a Lost Dog Recovery UK South, uma organização que se dedica a resgatar animais perdidos no sul do Reino Unido, foi alertada sobre uma cadela preta que estava vagando sozinha pela região.

Os moradores relataram que Rose andava pelo local há quase uma década e já estava acostumada com a vida nas ruas. Um casal que ajudava os animais selvagens a se alimentar colaborou com a instituição de resgate e montou uma armadilha no quintal de casa, usando frango assado com patê como isca para atrair a cachorrinha.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Após o resgate, os voluntários da instituição descobriram que ela tinha um microchip e estava registrada como desaparecida desde o dia de sua adoção, há seis anos. Os tutores de Rose foram localizados, mas suas condições mudaram e eles não a aceitaram de volta.

"Ela nunca teve a oportunidade de conhecer o amor da sua família. Os seus tutores foram localizados, mas nos quase sete anos desde a sua fuga, as suas circunstâncias mudaram drasticamente. Eles vivem em outra cidade e não estão em posição de a aceitar de volta", escreveu o grupo nas redes sociais.

Apesar disso, a história dela terá um final feliz. A cachorra está sob os cuidados da associação de resgate e já tem algumas famílias interessadas em adotá-la.

De Estopinha à porca Esther: relembre animais que deixaram saudade em 2023

Últimas