RPet Campanha incentiva adoção de animais idosos em São Paulo

Campanha incentiva adoção de animais idosos em São Paulo

A adoção de cães e gatos com mais de 8 anos garante o direito ao cartão Cuida Bem Idoso; entenda

  • RPet | Do R7

Campanha promove a adoção de cães e gatos  idosos

Campanha promove a adoção de cães e gatos idosos

Wirestock/Freepik

Não são só os filhotes que precisam de um lar. Há muitos cães e gatos idosos em busca de uma família, e, por isso, a Pefeitura de São Paulo criou a campanha Adote um Bom Velhinho, promovida pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap). O objetivo é incentivar a adoção responsável de pets com mais de 8 anos.

A ação começa a ser promovida na próxima segunda-feira (4). "A campanha ocorre durante todo o mês de dezembro, para sensibilizar as pessoas em relação aos animais que costumam ser esquecidos nos alojamentos e que esperam há anos uma oportunidade de demonstrar amor e ser amados. Animais que, muitas vezes, passaram a vida toda à espera de uma chance de adoção", diz Analy Xavier, coordenadora da Cosap.

Segundo a instituição, a espera de alguns animais por uma família passa de dez anos. Mas se engana quem acredita que a adoção de um pet adulto representa uma difícil adaptação. Algumas vantagens são que ele possui temperamento mais previsível que o de um filhote e, por já ter se desenvolvido física e mentalmente, não deixa dúvidas a respeito do seu tamanho, além de fazer menos bagunça e não sentir tanto prazer em destruir objetos.

Outro fator positivo é que o cidadão que residir na capital e adotar um cão ou gato acima de 8 anos, no Centro Municipal de Adoção, receberá o cartão Cuida Bem Idoso, que permite atendimento prioritário e vitalício desse animal em qualquer um dos quatro hospitais veterinários públicos da capital, localizados nas zonas norte, leste, sul e oeste.

Saiba como adotar

Os interessados em adotar um pet podem visitar a Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap) de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 15h. Todos os animais disponíveis para adoção estão devidamente vacinados, vermifugados, castrados e identificados por microchip e têm o Registro Geral do Animal (RGA), conforme a lei municipal nº 13.131/01.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

No dia da adoção, o cidadão deverá levar uma coleira com guia, se for adotar um cão, ou uma caixa de transporte, caso escolha um gato. O tutor também precisa apresentar o Registro Geral (RG) e o Cadastro de Pessoa Física (CPF), um comprovante de residência recente (dos últimos três meses) e pagar uma taxa pública de R$ 31,20.

Serviço:
Campanha Adote um Bom Velhinho
Rua Santa Eulália, 86 – Santana.
De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 15h.
Levar CPF, RG e comprovante de residência, caixa de transporte própria para animais (para a adoção de gatos) ou coleira com guia (para a adoção de cães).
Taxa municipal referente à adoção: R$ 31,20.

Veja também: Além de cachorros, Ana Hickmann é tutora de mais de 150 animais de outras espécies; conheça

Últimas