RPet Como impedir que os gatos arranhem os móveis da casa?

Como impedir que os gatos arranhem os móveis da casa?

Segundo o Cats.com, há várias razões para os felinos afiarem suas garras em sofás e mesas, mas é possível evitar esse hábito

  • RPet | Do R7

Os gatos adoram arranhar os sofás de seus tutores

Os gatos adoram arranhar os sofás de seus tutores

Freepik

Uma das coisas com as quais os tutores de gatos mais sofrem é quando os pets resolvem "decorar" alguns móveis com suas unhas. Para os bichanos, arranhar é tão natural e normal quanto dormir, mas, sem o treinamento adequado, podem destruir sofás, cadeiras, mesas, aquele objeto caríssimo e muito mais. Porém, é possível redirecionar esse comportamento e salvar a casa.

Um artigo publicado pelo site especializado em felinos Cats.com ensina como fazer com que os gatos, de maneira saudável e segura, não estraguem a mobília.  Antes de tudo, é importante saber que o ato de arranhar existe por muitas razões.

É uma expressão de felicidade, quando os tutores voltam para casa após um dia fora, por exemplo, ou até de alívio do estresse. Além disso, raspar as garrinhas incentiva a remoção da cobertura externa morta da unha e faz com que os animais flexionem os tendões e músculos, servindo como uma forma de exercício. Alguns gatos também arranham após caminhar ou como parte de uma sequência de alongamento.

Outro fato é para "marcar território", como os cães fazem com o xixi, ao deixar marcas visuais por meio de arranhões repetidos e ao depositar um odor químico através da almofada das patas. 

Postes arranhadores

Os arranhadores próprios para gatos podem ser uma solução

Os arranhadores próprios para gatos podem ser uma solução

garetsvisual/Freepik

Primeiro, é fundamental fornecer aos bichanos superfícies adequadas, como postes arranhadores próprios, que precisam ser robustos, altos o suficiente para que o felino possa se esticar bem e não devem balançar. Se tiver uma casa com mais um de um pet, deve haver mais de um arranhador.

Um estudo recente descobriu que a maioria dos gatos prefere postes cobertos com corda ou sisal em vez dos carpetados, enquanto outros preferem madeira, papelão e tecido áspero. Eles devem ser colocados ao lado dos lugares favoritos do pet e na sua área de dormir, já que eles gostam de se espreguiçar após uma soneca.

Gatos com problemas ortopédicos podem ser incentivados a usar postes verticais de um nível ou arranhadores horizontais como degraus para pular em superfícies mais altas. Amostras de carpete descontinuadas com uma almofada antiderrapante (obtida em lojas de pisos) podem fornecer uma variedade de texturas e opções de arranhar sem escorregões para gatos idosos.

Treine com brinquedos e recompensas alimentares

Recompense os bons comportamentos com petiscos

Recompense os bons comportamentos com petiscos

Freepik

Provoque o gato com um brinquedo na frente do arranhador para que, quando ele der um golpe, as garras se conectem ao poste. Alternativamente, prenda um brinquedo com uma corda ao poste e incentive o felino a pegar o brinquedo. Ou até é possível esfregar algumas folhas secas de erva-gateira, também conhecida como catnip.  

Gatos movidos pela comida podem ser atraídos com guloseimas. Inicialmente, recompense-os por cheirar e investigar o poste. À medida que ficam mais familiarizados, dê um petisco quando colocam as patas nele ou ponha o biscoito no topo do poste, para incentivar a escalada.

Evite segurar as patas do seu gato e esfregá-las no poste, pois isso pode deixá-lo com medo e fazer com que desgoste do objeto. Por fim, imite o gato arranhando o poste diariamente.

Borrife cheiros desagradáveis ou cole fitas

Torne o móvel que o gato gosta de arranhar, mas não deve, desagradável. Odores fortes, como cítricos, podem repelir os felinos. Esfregar casca de laranja ou limão nos objetos, ou borrifar o aroma das frutas, pode ser uma solução. Claro, é importante que o produto seja seguro para os pets.

As fitas adesivas com dupla face também podem afastar os gatos. Eles não vão gostar da sensação ao tocar uma e sairão dali. À medida que a fita fica coberta de pelos, é preciso substituí-la para garantir a eficácia.

Corte as unhas do gato regularmente

Alguns tutores podem optar por cortar as unhas de seus gatos regularmente

Alguns tutores podem optar por cortar as unhas de seus gatos regularmente

Prostooleh/ Freepik

Afora os "truques", o artigo ainda aconselha os tutores a cortar as garras de seus gatos regularmente, seja quinzenal ou mensalmente. Muitos bichanos arranham os móveis para remover camadas externas antigas das unhas.

Vale lembrar que gatos que vivem em jardins e quintais não precisam de corte, pois necessitam de suas garras para proteção e escalada. As unhas de gatos geriátricos ou artríticos, geralmente, requerem corte bimestral devido à desordem e fragilidade resultantes da falta de exercício e velhice.

Seja paciente com o gato!

Por fim, o texto destaca que os tutores não devem gritar nem castigar o gato quando ele arranhar no local errado, pois isso pode causar ansiedade, levando a outros problemas.

É importante ser paciente, experimentar a técnica por semanas e recompensar o animal com brincadeiras, guloseimas ou carinhos quando ele arranhar superfícies apropriadas.

VEJA TAMBÉM: Adotou um gato e não sabe o que fazer? Descubra 7 cuidados importantes para os bichanos

Últimas