RPet Jacaré branco e raríssimo nasce em parque de répteis; há apenas 13 da mesma espécie no mundo

Jacaré branco e raríssimo nasce em parque de répteis; há apenas 13 da mesma espécie no mundo

O animal tem leucismo, que causa perda parcial da pigmentação e é diferente de albinismo

  • RPet | Do R7

O filhote tem uma condição chamada leucismo

O filhote tem uma condição chamada leucismo

Reprodução/Instagram @gatorland_orlando

Um jacaré branco, raríssimo, nasceu, no dia 7 de dezembro, no Gatorland, um parque de répteis em Orlando, nos Estados Unidos. O filhote, que é uma fêmea, tem leucismo, que causa a perda parcial da pigmentação e que pode fazer com que o animal fique com a pele branca ou com manchas. As células pigmentares dos olhos, no entanto, não são afetadas pela doença, ao contrário do que acontece no albinismo — em que há ausência de melanina, o que causa pele branca e olhos vermelhos.

Segundo as informações do local, há apenas 13 répteis do tipo em todo o mundo, contando com esse recém-nascido.  

Os jacarés leucistas foram descobertos nos pântanos de Louisiana (EUA) há 36 anos. O filhote veio ao mundo com peso de 96 g e comprimento de 49 cm, junto com outro jacaré, que tem cor normal. Ambos os répteis são filhos dos animais Jeyan e Ashley, e, apesar de ainda não terem nomes, o parque pediu a ajuda do público nesse assunto.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"[Agora] temos o primeiro nascimento de um jacaré branco já registrado a partir desses jacarés originais. Isto é, além de raro, absolutamente extraordinário. Estes são animais incrivelmente especiais no mundo dos répteis, e estamos muito cuidadosos com a sua segurança. Planejamos colocá-los em exposição no início do próximo ano, para que os convidados possam vê-los, aprender sobre eles e se apaixonarem, como nós. Por enquanto, porém, continuamos a mantê-los seguros num local onde podemos monitorar de perto sua saúde e seu crescimento", informou o parque.

Veja também: Conheça 7 animais diferentões que vivem na água doce

Últimas