Páscoa SIM, chocolate para pets, NUNCA!!!!

Dependendo da quantidade ingerida, o chocolate pode ser mortal

Páscoa pet

Páscoa pet

Arquivo pessoal

Patinhas espalhadas pela casa, pistas para as crianças desvendarem o esconderijo dos ovos de Páscoa, até acontecer a tão aguardada caça ao chocolate.  A brincadeira gostosa garante muita diversão, e só diversão, se os pets não estiverem por perto. Com olfato apuradíssimo, cães e gatos podem encontrar os ovinhos com mais facilidade que os humanos e aí mora um grande perigo: a intoxicação por chocolate. O alimento possui uma substância naturalmente encontrada no cacau, a teobromina, que é metabolizada pelo organismo humano, mas extremamente tóxica para os pets. Quanto maior o teor de cacau, mais tóxico o chocolate se torna para os animais.

Acredite, a ingestão de um mísero pedacinho pode causar desconfortos gravíssimos. Os sintomas aparecem no período de 2 a 72 horas após o consumo. O animal pode apresentar vômitos, diarréias, hiperatividade, tremores, hemorragia, convulsões e infelizmente, até morrer. Portanto, caso aconteça a ingestão acidental, procure atendimento veterinário com urgência. NÃO HÁ RECEITA CASEIRA PARA REVERTER O QUADRO. Acompanhe o alerta da médica veterinária, Cátia Monteiro Camara Passos, da clínica Cão Maravilha:

Se quiser que seu pet compartilhe deste momento, ofereça produtos adequados e próprios para ele. Há no mercado diversas opções desenvolvidas especialmente para datas comemorativas.

Por aqui, ninguém solta a pata de ninguém!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas