RPet Saiba como identificar se o seu cão ou seu gato é um 'idoso'

Saiba como identificar se o seu cão ou seu gato é um 'idoso'

Velhice animal pode começar a partir dos sete anos e os responsáveis devem cuidar bem dos pets no presente para evitar problemas no futuro

  • RPet | Marcela Virgulino*, do R7

Resumindo a Notícia
  • Pets idosos necessitam de cuidados especiais

  • Escolhas saudáveis na fase jovem podem evitar problemas de saúde no futuro

Cães de grande porte envelhecem mais cedo

Cães de grande porte envelhecem mais cedo

Michael/ Unsplash

Assim como as pessoas, os animais têm vivido por mais anos. Para garantir uma vida longa para cães e gatos, é preciso que os responsáveis tomem certos cuidados com a saúde dos pets desde cedo.

Segundo o CRMV-SP (Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo) ao envelhecer, os animais passam por mudanças na alimentação, comportamento e disposição. A veterinária Gisele Starosky, da Fórmula Animal, avalia que os tutores devem ficar atentos quanto a essas mudanças. "Com o avanço da idade, o intervalo entre as consultas ao médico veterinário deve ser menor e o ideal é fazer um check-up a cada seis meses."

Para Marina Bonfim, médica veterinária, da Soft Care, a “terceira idade” dos pets começa por volta dos 7 anos. "Geralmente, os animais ficam mais lentos, comem mais devagar, já não possuem a mesma energia e o mesmo comportamento, dormem por mais tempo, podem apresentar dificuldade para caminhar, perda de peso, catarata e perda da visão."

Raça, porte, genética e alimentação podem interferir no envelhecimento dos animais. "Porém, de forma geral, cães de porte grande a gigante envelhecem mais cedo, variando entre 6 e 8 anos, enquanto cães de porte pequeno e médio, entre 7 e 10 anos. No caso dos gatos, também há uma variação, entre 8 e 10 anos, dependendo da raça do animal", explica Gisele.

Sinais da idade avançada nos pets:

- Perda ou ganho de peso
- Menos disposição para brincar
- Sono mais prolongado
- Problemas de saúde visão
- Alteração no comportamento
- Pele e pelos mais secos e esbranquiçados
- Unhas frágeis e longas

Quais as diferenças entre cães e gatos idosos?

Cães e gatos não envelhecem da mesma maneira. Marina observa que os gatos vivem por mais tempo, mas têm mais predisposição a desenvolver problemas renais, independente da idade. 

Uma questão comum para cães e gatos é a vida sedentária. "Eles não passeiam rotineiramente, a redução da atividade física pode favorecer o ganho de peso e dificultar a saúde das articulações." 

Devo adotar outro pet para fazer companhia ao animal idoso? A agitação dos filhotes pode deixar os animais mais velhos estressados. "Antes de adotar um novo animal é preciso observar as necessidades do pet idoso, já que nessa fase da vida eles demandam mais tempo e mais cuidado dos tutores", conclui Gisele.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Karla Dunder.

Últimas